A História do Reino de Ketu

Contar a história do reino de ketu é o primeiro passo para entendermos como se formou a cultura do candomblé ketu, ou seja, o candomblé de origem nago-yorubá. Um pouco da história da África negra que ajudou a formar um pouco da identidade cultural afro-brasileira através da diáspora negra. Aprenda um pouco sobre a história da África tão pouco contada.

O Reino de Ketu foi invadido diversas vezes pelo exército de Danhomé (Daomey) e por isso a cidade foi se deteriorando e muitos dos homens e mulheres pegos como espólio de guerra foram “vendidos” para os europeus e chegaram no Brasil através da diáspora negra.

Entender o surgimento de Ketu e decadência, infelizmente, é o caminho adequado para entendermos um dos pilares do candomblé no Brasil, o Candomblé Ketu.

Referências Bibliográficas:

  • Samuel Johnson, The History of the Yorubas. From the Earliest Times to the Beginning of the British Protectorate, 1921, réédité en 2011 par Cambridge University Press, 740 p. (ISBN 978-1108020992);
  • Geoffrey Parrinder, Les vicissitudes de l’histoire de Ketu (traduit de l’anglais par Toussaint Sossouhounto), Éditions du Flamboyant, Cotonou ;
  • Adédíran, ’Bíódún. Kings, traditions and chronology: The case of the Kétu Kingdom. Afrika Zamani Nos. 18-19, 1987
  • Félix Iroko et Ogunsola John Igue, Les villes yoruba du Dahomey : l’exemple de Ketu, 1975 (2e éd.), Université du Dahomey, p. 48

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *